25 maio, 2010

Liberdade, Liberdade!!!!!!!!!!!!!!!!!

Após ler e reler o texto da “Mesa Universal” da bacia do Brabo, fiquei com minhas antenas ligada sondando meu coração para ver minhas intenções verdadeiras, para testar minha vida... e não to nada satisfeita. Vou compartilhar com você, se é que existe algum leitor ai do outro lado os motivos pelo qual não estou muito satisfeita com o que tenho vivido:

.

Atos 2-46 - ... perseverando unânimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa, comiam juntos com alegria e singeleza de coração..

.

Este versículo tem saltado as minhas vistas para me fazer ver que há algo errado. Ainda não descobri onde tá o erro, se comigo ou nos meios, mas há algo em nossa vida, e tomo a liberdade de colocar a sua vida no meio do meu texto, principalmente porque sei que mesmo que essa verdade não seja dita ela existe em nosso coração.

.

Regras e mais regras, cursos e mais cursos, agenda e mais agenda, exigência e mais exigência, tudo, claro com base bíblica!

.

Somos obrigados a irmos ao culto porque reunir-se no templo é bíblico desde os primórdios cristãos... Somos obrigados a nos reunir em reuniões com os “irmãos” porque isso é bíblico, desde o inicio a igreja praticava comunhão... tomamos todo tempo do pessoal em atividades de capacitação porque isso é uma ferramenta necessária para o crescimento da “igreja”, do “reino”... Orar de madrugada também já virou uma obrigação, não podemos simplesmente não aparecer, Jesus orava de madrugada, isso é bíblico, devemos cumprir sem reclamar!!! E ai do rebelde que abrir a boca contra estas coisas, a vara e o cajado já estarão devidamente munidos para disparar versículos e destruir qualquer argumento que alguém seja capaz de elaborar, afinal, contra a bíblia não há argumentos...

.

Sabe? Tudo isso tá quase certo... e como já expus, escrever é ótimo porque ninguém consegue te interromper. E até dou a liberdade de alguém criticar e me chamar de insubmissa e rebelde e herege, mas com o blog e o pensamento é meu, vou expor, que jogue a 1ª pedra aquele que desejar, talvez sua critica me ajude enxergar meu erro e quem sabe eu até descubra que vc tem mais razão, ou toda razão?

.

Os primeiros cristãos, nossos exemplos, que viviam como nós desejamos viver hoje, que experimentavam de coisas que qualquer um de nós almeja viver, uma igreja forte, poderosa, ungida... tinha somente algo que nós não temos, humn... vou melhorar isso porque não tenho tanta certeza de seus pensamentos quanto tenho dos meus... tinha somente algo que eu não tenho, ou tenho em muito pouca quantidade espontaneidade!

.

Eles se reuniam no templo diariamente para perseverar juntos por que? Por que havia corações desejosos de comungar e de orar ao Senhor e de buscar a face de Deus ... eram seus desejos em comum que os uniam, era a vontade de adorar a Deus que os uniam e não a santa convocação de um pastor, discipulador ou líder de célula!

.

Eles partiam o pão e comiam juntos, e dividiam seus bens porque amor era algo constante e não porque aprenderam num curso qualquer “900maneiras de praticar o amor” onde a “15º dizia que comer com os outros era o certo a fazer”, eles não se reuniam com pesar na consciência como eu muitas vezes... Mas porque haviam sido circuncidado pelo evangelho de Cristo, a comunhão entre eles era algo espontâneo... Não era necessário nenhum pastor, líder, discipulador, anjo ficar implorando para que alguém faça a caridade de comparecer, ou que ninguém usasse de apelo para convencer de que estar ali no prédio da igreja ouvindo as mesmas coisas ditas de tempos em tempos é o certo a fazer e ninguém para pesar na idéia de quem não tivesse afim!

.

Havia algo que não existe em mim, ou pelo menos não existe sempre... “ A alegria e singeleza de coração”...

.

As coisas hoje são forçadas. A comunhão é forçada. Os cultos são forçados... temos feito no braço da carne aquilo que ainda não é verdade em nós! Temos confundido a liberdade do evangelho! Temos confundido tudo!

.

Eu não agüento mais ter que fazer as coisas deste jeito! Não agüento mais estas atividades, essa rotina de trabalho, essa coisa forçada! Que porre!!!!! Cadê a liberdade????

.

Podem me chamar do que quiser, mas não há respaldos bíblicos para eu me submeter neste sistema chato!!!! O evangelho é o que liga pessoas, é o que nos dá gás... A partir do momento que tenho que orar as 4hr30min para agradar meu líder, já perdi a essência da coisa! Se eu trabalho pra mostrar pro pastor já perdi a visão da coisa... se sou obrigada a estar em certas reuniões, porque assim reza a cartilha, não há espontaneidade nisso e se é forçado, já se foi a liberdade e se não tem liberdade é difícil achar que Deus tá na coisa!

.

E não to falando de achar o fardo pesado. Desde que conheci Jesus e antes de conhecer o sistema religioso no qual estou inserida, já havia decidido que o seguiria... E minha fome sempre foi... segui-lo... apesar dos meus trancos e barrancos!

.

Eu amo célula e estar com as pessoas da minha célula é meu maior prazer... quase sempre também amo estar nos cultos, eu amo estar na presença de Deus, amo orar, ler bíblia e meditar e as vezes meu jejum é bem espontâneo!

.

O que me mata é essa coisa de que “eu tenho que fazer”, “ eu tenho que estar”, “ eu tenho que ir”, ...

Essa coisa massificante, esse conjunto de regras chatas é que me irrita!

Eu não encontrei nenhum versículo que Jesus obrigue seus discípulos a fazerem algo... Sabe? Paulo também não! As coisas me parecem muito espontâneas na bíblia... há muita liberdade destes homens em Deus... E por isso havia muita unanimidade entre eles... Hoje, queremos “produzir” as coisas ... Imitar... mas... não tem nada de livre nisso!!!

.

Não temos, ou pelo menos não tenho mais lugar pra liberdade!

Toda minha agenda, o que devo fazer, com quem devo orar, quanto tempo devo meditar, o que devo ministrar e até como evangelizar, o que devo saber, como praticar, tudo já me foi empurrado... sem nem me dar chances de retrucar! Minhas horas já estão alugadas e aí de mim se resolver furar “ rebeldia”... insubmissão... independência!

.

Isso não tem muito a ver com a verdadeira graça apresentada por Cristo!

Isso não tem cheiro de liberdade!

.

Não temos o direito de obrigar as pessoas, nem a nós mesmos a fazer as coisas que julgamos corretas... O livre arbítrio deve funcionar! Não podemos e isso eu já expus muitas vezes querer levar a igreja como uma empresa. Aqui na Apema, não posso faltar as reuniões, aqui tenho dias certos a trabalhar, horários e metas a cumprir... e tudo isso controlado pelo meu gerente...

.

Será que o mesmo espírito clerical não tem nos tomado como reino? Há obrigação de estarmos presentes em todas as reuniões, mesmo que não desejamos... Temos obrigação de estar nos cultos... temos obrigação de estar em grupos de GCD... hora pra chegar... e metas...E tudo isso também controlado pelo líder, discipulador...

.

Será que não há vida de Deus fora dos padrões adotados pelos gerentes espirituais?

Não sou contra nada do que se prega, mas odeio a forma com que tudo é imposto!

O evangelho, a obra, as coisas de Deus não funcionam na base da obrigação, é tudo graça... é Deus que opera o querer e o fazer...

.

E meus melhores momentos com Deus vem quando eu o procuro por livre e espontânea vontade!

A melhor comunhão vem quando por livre e espontânea vontade eu procuro as pessoas e me relaciono com elas...

.

O melhor culto é onde meu coração está presente!

O melhor evangelismo é fruto de coração apaixonado, não de regras!

Se eu oro, medito, leio bíblia, faço célula... é por que amo e quero fazer isso! Não por ser regra... não porque alguém pode me excluir da rodinha se eu for diferente, aliás, to muito pouco preocupada com as rodinhas e o que tem a falar de mim....

.

To cansada de obrigações!!!!!! Quero ter a oportunidade de fazer por que QUERO!

Chega de pílulas evangélicas, to cansada desta paranóia!!!

Sou livre pra viver pra Deus!!! LIVRE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

.

Se aceitássemos a liberdade de cada pessoa, saberíamos mais facilmente com quem de fato, podemos contar!!!!!

.

Isso é só um desabafo!... ;)

Um comentário:

Dineia Nascimento disse...

Mi, tô meio chocada com o seu texto... Vou à igreja, ouço tudo o que é dito, mais acho importante nunca perder nossa essência... Se não quero ir, não vou. Falar de agenda hoje é muito difícil. Paulo se converteu e caiu no mundo, foi pregar o evangelho, fazia lá suas tendinhas, vendia e o pouco que ganhava era suficiente para se manter. Nós não queremos viver esse padrão, por isso, trabalhamos muito, estudamos muito, temos que nos dedicar à família ainda que não seja esse nosso desejo. Aí sobra pouquíssimo tempo pra cumprir a agenda da "igreja". Tudo pra Deus é mais difícil, e, por isso acho que somos tão recompensados. Acho que você precisa se dar um tempo. Se não tá a fim de fazer MDA, não faça MDA. Se não quer fazer GCD, não faça GCD... Assim, com a célula, culto e tudo mais que "afoga" sua agenda. Sabe o que vai acontecer? No princípio vai parecer bom, mais se você realmente ama a Cristo, ama o IDE tudo isso vai te fazer falta. Você vai sentir que precisa de tudo isso. Aí na APEMA há um monte de normas e regras, são elas que te proporcionam o conforto e o desconforto do trabalho. Mais esse conjunto é importante. Você pode pensar, "ficar o dia todo no computador é terrível, cansa a vista, são movimentos repetitivos, tem que ficar sentada muito tempo sentada", mais o benefício de tudo isso é fazer em poucos minutos serviços que antes do computador você levaria uma semana inteira. Na igreja também é assim, são várias regras, normas, horários, coisas que parecem chatas, enfadonhas... Mais foram essas coisas que nos capacitaram e continuarão sempre nos capacitando pra continuar vivendo a vida cristã, pra continuar falando do amor de Cristo aos outros. Você vai ouvir mil maneiras de evangelizar, mais se identificará com apenas uma. E talvez usará essa pelo resto da sua vida... Talvez essa sua "maneira genial" seja algo que pra mim não dá... nunca seria assim, das 999 que você não utilizou eu posso me utilizar de uma e assim vai. Tenho entendido em Deus que eu preciso me esvaziar de tudo que eu sei quando vou ouvir alguma ministração. As vezes o pastor fala o texto bíblico e eu já imagino o que ele vai pregar. Deus falou comigo, saber o texto e não viver não muda nada. As vezes sabemos até que relativamente muito, mais temos aplicado isso na nossa vida? Isso é realidade em nós? Deus tem buscado falar conosco, nos orientar, nos exortar, ter intimidade conosco, mais quando, nossa agenda tá sempre lotada. Hoje foi muito engraçado. Eu acordei e pensei,: "nossa que horas são??? Se for até 04:45 vou no predio da igreja orar... olhei no celular e eram 04:41... Me levantei a contra gosto e fui orar". Porque eu acordaria às 04:41 e pensaria isso? Deus queria estar comigo, minha carne não queria levantar. Aí parece obrigação, mais não é, é guerra mesmo. Fui orei deu o meu horário vim embora. Não me preocupei em agradar ninguem a não ser o Deus que me acordou. Vou ao culto só por ele. Quando falo Dele pra alguem falo do meu modo, as vezes uso algumas coisas que li, que ouvi e que se encaixam no momento, mais tudo é pra Ele. Amo a célula, não só porque você, o Cris e o pessoal é legal, mais porque vejo na célula a oportunidade de pessoas virem a Jesus. Um antigo amigo dizia o seguinte: "Não devemos fazer nada por obrigação, porque tudo que fazemos por obrigação fazemos por um tempo, mais certamente deixaremos de fazer". Agora quando fazemos alguma coisa com paixão, não deixaremos de fazê-la, ainda que nos cause transtorno, aborrecimento, decepções... Talvez esteje te faltando isso. Peça um tempo de ter que dar tanta satisfação, participar de tantas reuniões, de ouvir o que não quer, de evangelizar usando técnicas... Aí Deus confirmará no seu coração o que Ele deseja com você. Viver com Deus e fazer a obra dele não pode ser peso, porque Ele nos chamou pra aliviar nosso fardo, não para faze-lo pesar mais.